bg_bienal13_headers.png

education

ACTIVITIES

O Projeto Educativo da 13ª edição da Bienal do Mercosul organiza ações em diversas plataformas e formatos, de maneira estendida no tempo, a fim de promover a qualificação do ensino da arte e a construção de um pensamento crítico e criativo de modo continuado. Nesse sentido, produziu-se o material pedagógico Diálogos, endereçado a professoras e professores da rede pública estadual e municipal, distribuído via Secretaria Estadual de Educação do RS e Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre para trabalho em sala de aula ao longo deste ano.
 

Um diálogo sincero – Curso de Formação para Mediação, que acontece entre 12 de julho e 14 de setembro de 2022, no Centro Cultural da UFRGS, é voltado para estudantes e profissionais interessados em arte contemporânea, educação, cidadania e acessibilidade cultural que queiram fazer parte da equipe de mediação do evento. Gratuito e dividido em dois módulos, o curso totaliza 25 encontros. Aborda conteúdos práticos e teóricos, incluindo reflexões envolvendo os temas desta edição da Bienal: Trauma, Sonho e Fuga.
 

O Projeto Educativo da 13ª Bienal também promove o seminário Zonas de Contato, no Salão Multiuso do Instituto Ling, apoiador cultural do evento. Seis encontros distribuídos até novembro de 2022 reúnem nomes com distintas formações e experiências para um diálogo ativo a partir da linha conceitual desta edição da mostra. As atividades são gratuitas, realizadas aos sábados, com intérprete de libras.

Já o ciclo de bate-papos Diálogos em Transe, parceria com o PUCRS Cultura e o Tecnopuc, debate com a comunidade o desenvolvimento das concepções artísticas, curatoriais, científicas e executivas presentes na mostra Transe, que integra a 13ª Bienal. O ciclo faz parte das Ocupações Educativas, que incluem encontros com educadores e colaborações do Projeto Educativo em projetos artísticos desta Bienal em que a participação ativa do público é estruturante.

 

O Educativo promove ainda a série de encontros Conversas de Cozinha – Bastidores da Bienal, de junho a novembro de 2022, no Instituto Ling. Presenciais, mensais e gratuitas, as conversas reúnem integrantes das equipes do Projeto Educativo, da produção, da arquitetura, da engenharia e da montagem do evento para abordar o desenvolvimento de propostas artísticas, desde a concepção até a execução e inserção na 13ª Bienal.

 

Desde março de 2022, o Educativo tem promovido a série Encontros com Educadores com o objetivo de estabelecer e reforçar conexões e caminhos de diálogo direto do Educativo da Bienal com educadores, a fim de discutir e compreender suas expectativas, contingências e estratégias pedagógicas. Em parcerias com as Secretarias da Educação de diversos municípios e do Estado do Rio Grande do Sul, pretende-se atender mais de 300 professores de Ensino Básico, Fundamental e Médio até o fim de setembro de 2022.

O Educativo tem como atividade-base a mediação em todos espaços expositivos da Bienal, seja para público espontâneo ou agendado, durante todo o evento. Visando ampliar o acesso aos espaços da mostra, a Bienal oferece ônibus para transporte de turmas da rede pública escolar da Grande Porto Alegre aos espaços expositivos da mostra.

Ao longo de 12 edições, o Projeto Educativo já realizou um milhão e 200 mil agendamentos escolares, produziu 298 mil materiais didáticos para alunos, professores e instituições de ensino e já formou mais de 2 mil mediadores. A 13ª Bienal pretende dar continuidade a esse grande legado do evento.